From Philly with love.

By 31 de julho de 2015 Tips, Trips No Comments
rockysteps
Na sexta feira passada pegamos um ônibus pra passar o final de semana na Filadélfia. Apenas duas horinhas de ônibus (passagem a $ 13,50) de NYC. A Filadélfia é uma das cidades mais antigas dos EUA e já foi também capital nacional (antes de Washington DC). Essa cidade com quase 1,5 milhão de habitantes e muita história pra contar tem clima de cidade pequena, tranquila, gostosa de caminhar e pedalar. (Ou talvez, tenha sido a nossa impressão depois de alguns meses na loucura da babilônia.)

 

trinity
Entre suas ruas principais existem várias travessas, becos e ruas estreitas que abrigam lado a lado casinhas super-fofas conhecidas por “Trinity Houses”. ‘Pequenas’ casas que eram construídas geralmente para a classe mais baixa de funcionários, empregados ou escravos. As casas de 3 andares tinham originalmente um quarto por andar (three rooms – three stories), daí o nome. Foram construídas entre 1790 e 1840. A rua mais famosa e turística (por ser considerada a rua residencial mais antiga) é a Elfreth’s Alley localizada em Old City, mas a cidade tem várias ‘trinities’ que sobreviveram até os dias de hoje e estão localizadas principalmente entre a Washington Square e Society Hill.

 

Tivemos a sorte de alugar um quarto em uma dessas casas típicas e super bem localizada através do Airbnb. Fomos recebidos pela Elizabeth, uma americana extremamente simpática e ótima anfitriã. Ela e o namorado, Kiley, moravam em New York e se mudaram há pouco para Philly, onde moram com sua gatinha Kitty e o gigante e fofo husky Sammie. O quarto incrível, limpinho e grande com ar condicionado, bem iluminado e muito espaço para guardar nossas coisas (que eram pouquíssimas) não poderia ser mais confortável. Lençóis novinhos, branquinhos e travesseiros de sobra. Tudo maravilhoso. Um banheiro só pra nós, com toalhas limpinhas e macias, sabonete, xampu, chuveiro bom. Tudo perfeito, melhor que muitos hotéis e hostels que já fiquei (e infinitamente mais em conta). Essa foi minha primeira experiência pelo AirBnb e já posso dizer que será a primeira de muitas. Deixo aqui nossa recomendação. Se forem pra Philly, é o melhor lugar pra ficar. Link da Elizabeth no Airbnb aqui

 

elizabeth

A região também é ótima. Gay-friendly, central e próximo de praticamente todos os pontos turísticos. E o melhor, com bares e restaurantes deliciosos pertinho, especialmente dois que gostamos muito: o Mixto Restaurante e o Sam’s Morning Glory Diner.

O Mixto é uma mistura de tudo que é latino. Com o melhor suco de laranja natural e brunchs deliciosos. Pedimos o Gallo Pinto e Pancakes com berries. O mais legal é que eles tem várias opções vegetarianas e vegans para substituir as carnes de todos os pratos. Comida ótima, bem localizado e com preço honesto.

brunch-mixto

Já se você quer um brunch bem americano, com bacon, ovos e pratão large size, seu lugar é no Sam’s Morning Glory Diner. Mais limitado nas opções vegetarianas, mas tem vários pratos sem carne. O preço é muito bom para o tamanho das refeições (se não estiver com tanta fome, vale dividir).

 

morning-glory
morning-glory2

 

Há também um restaurante vegetariano na região chamado Vedge, mas infelizmente quando fomos estava fechado e não conseguimos provar. Mas fica a dica. Se alguém experimentar, deixa opinião aqui pra gente saber também 😉

 

No geral, achamos tudo bem mais barato e acessível na Filadélfia do que em Nova York. O clima é bem diferente de Manhattan. Parece mais com o Brooklyn em algumas regiões, mais tranquilo e residencial. E as pessoas mais abertas, simpáticas e comunicativas. Conhecemos algumas pessoas bem legais por lá 😉

 

Philly Bikes

A photo posted by Marcos Paulo (@marcosp) on

Média de gastos por pessoa para um final de semana em Philly:

Passagem ida e volta: $28 (GreyHound)
Quarto AirBnb: $45 por dia > Elizabeth’s place
Aluguel de bikes (Philly’s bike share): $15 por mês > Indego (faremos um post mais detalhado só sobre isso!)
Média de um brunch bem servido: $10 – $12
😉

About Cristina Pagnoncelli

Designer gráfica e artista visual. Inquieta e como (quase) toda aquariana, intensa. Observadora, instragram lover e eterna amante de Black Sabbath e seus discípulos... \m/

Leave a Reply