Um mar de bolinhas brancas!

By 12 de setembro de 2015 Tips, Trips No Comments
photo-by-noah-kalina-3

Verão, sol queimando e calor extremo em Washington DC. Partiu praia!?

Uma instalação feita pela Snarkitecture no vão central do National Building Museum me chamou a atenção. Uma praia dentro de um museu, já pensou? Agora imagina todo cenário em branco, com cadeiras, frescobol, snack bar e 750.000 bolinhas de plástico translúcidas que formavam o mar da exposição “The Beach” de 930 metros quadrados. 

photo-by-noah-kalina-4

(foto acima de Noah Kalina)

Um ‘parque de diversões’ para todas as idades. A sensação de mergulhar entre tantas bolinhas é muito única e gostosa. Sem falar nos momentos que parece que estamos entalados e quase imóveis. Parece fácil, mas mover-se entre tantas bolinhas é um tanto desafiador e relaxante também. Amei a experiência!

beachball

beachballm

Achei a ideia muito bacana. Além de trazer muito mais gente para o museu (famílias inteiras) e pessoas de todas as idades, o fato de ser tudo branco torna o visual muito mais bonito e surreal. A sensação de voltar à infância para os adultos e a diversão sem limites para as crianças. Infelizmente a exposição já acabou neste último final de semana, mas vale conferir o trabalho dos responsáveis por essa bela criação.

A Snarkitecture é um projeto experimental e colaborativo dos artistas Alex Mustonen and Daniel Arsham, que moram no Brooklyn e que possuem outros projetos muito legais onde também exploram diferentes formas com predominância da cor branca, entre outros projetos bem originais. Vale dar uma fuçada no site deles e conhecer um pouco mais do portfólio que mescla áreas do design, arquitetura e arte.

O nome é originário do poema The Hunting of The Snark (1876) de Lewis Caroll, que descreve uma viagem impossível de uma equipe improvável para dar vida a uma criatura inconcebível (me parece que soa muito melhor em inglês: ‘impossible voyage of an improbable crew to find an inconceivable creature’). Snarkitecture explora o desconhecido através da arquitetura, criando momentos indescritíveis e efeitos espetaculares a partir da manipulação de materiais e estruturas pré-existentes.

Só pela criatividade e referências, esses caras já tem minha admiração. O mais curioso foi reconhecer alguns projetos que vi pessoalmente por aí em NYC nesse verão de 2015 e que eu nem sabia que eram deles. Puta talentos!

The_Hunting_of_the_Snark_(1876).djvu

About Cristina Pagnoncelli

Designer gráfica e artista visual. Inquieta e como (quase) toda aquariana, intensa. Observadora, instragram lover e eterna amante de Black Sabbath e seus discípulos... \m/

Leave a Reply